Tamanho da cintura pode prever risco de demência, diz estudo

Normalmente, médicos e profissionais da saúde, usam o índice de massa corporal (IMC) para determinar se o peso de alguém está acima ou abaixo da média. Além disso, quando se trata de uma idade avançada, a circunferência da cintura também pode estar relacionada à doenças cognitivas, é o que diz um estudo.

Demência é o declínio geral de habilidades mentais como a memória, linguagem e raciocínio, fazendo com que a pessoa fique debilitada interferindo em suas atividades diárias e em seus relacionamentos. Sendo assim, muitas vezes pessoas com essa doença acabam não reconhecendo seus amigos e familiares.

Como funcionou o estudo

A pesquisa publicada no periódico especializado Medical News Today encontrou relações entre a gordura e a má função cognitiva. Os pesquisadores descobriram que um IMC maior pode aumentar o risco de demência. 

Leia mais em: Quer evitar demência? Fique longe de gordura trans

A pesquisa acompanhou 872.082 pessoas com mais de 65 anos, de 2009 a 2015. Em seguida, o estudo revelou que participantes mulheres que tinham a circunferência da cintura maior do que 85 cm e homens que tinham maior do que 90 cm tinham um risco maior de desenvolver demência.

Leia também: Exercício para afinar a cintura

Diante disso, essa associação permaneceu mesmo quando os pesquisadores analisaram o IMC, pressão arterial, idade, níveis de colesterol, e outros fatores cotidianos.

Entretanto, essa pesquisa foi feita apenas com pessoas asiáticas, então, são necessários mais estudos que comprovem no resto da população. Contudo, esses resultados mostram-se promissórios para a prevenção de demência.

Sintomas de demência

Saiba quais são os principais sintomas da demência:

  • Perda gradual e progressiva da memória 
  • Dificuldade para se comunicar
  • Alucinações
  • Alterações na personalidade
  • Paranoia
  • Agitação
  • Dificuldades com funções de coordenação, ou motoras

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo