Chocolate faz bem para o coração, diz estudo

O chocolate é com certeza uma das guloseimas mais queridas entre adultos e crianças, e um recente estudo comprovou que o produto do cacau faz bem para o coração.

Promovido por cientistas de diferentes universidades americanas, o estudo analisou as propriedades do chocolate e como consumi-lo ao menos uma vez na semana pode beneficiar a saúde cardiovascular.

Leia também: Comer chocolate todo dia faz bem para o cérebro, diz ciência

Chocolate x coração

A princípio, os cientistas concluíram que o consumo de chocolate, quando feito de forma moderada, ajuda a manter os vasos sanguíneos saudáveis. Ainda, como consequência, pode ajudar a manter a pressão arterial regulada.

Portanto, os pesquisadores analisaram estudos de cinco décadas a fim de compreender a associação entre o consumo de chocolate e a doença arterial coronariana, ou seja, a obstrução das artérias coronárias, os vasos que irrigam o coração. Ao todo, mais de 300 mil pessoas foram analisadas.

Por fim, ficou claro a razão pela qual o chocolate faz bem para o coração: suas propriedades anti-inflamatórias. Em resumo, o chocolate amargo contém flavonoides, que são responsáveis por dilatar os vasos sanguíneos e reduzir riscos de ataques cardíacos e derrames. Além disso, é fonte de gorduras saudáveis, controla os níveis de açúcar no sangue e eliminam o estresse.

Leia mais: 6 motivos para incluir o chocolate amargo na dieta

Entretanto, o estudo não contemplou quantidades e tipos de chocolate que seriam mais saudáveis e disse que seriam necessários estudos mais específicos. Porém, é preferível optar por versões mais saudáveis de chocolate, como de tipo amargo. O chocolate amargo (mínimo 70% cacau) possui maiores quantidades de cacau e, por isso, mais benefícios. Assim, não representa nenhum perigo para a saúde se consumido com moderação.

Já o chocolate ao leite e o branco podem conter substâncias como açúcar e leite para dar sabor, e é justamente o acréscimo exagerado desses e de outros ingredientes para dar sabor que podem deixar o chocolate menos saudável para o organismo.

Leia mais: Chocolate amargo e ao leite: Você sabe qual a diferença?

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo