Chá de melão-de-são-caetano: Conheça seus benefícios

O melão-de-são-caetano é uma planta de propriedades medicinais que dá origem a um chá que pode promover diversos benefícios para a saúde, ajudando a manter a pele saudável, a imunidade fortalecida, além de possibilitar o melhor controle da glicemia. Nativa do continente asiático, ela é muito usada na China, mas sua popularidade já se espalha mundo afora.

Benefícios do chá de melão-de-são-caetano

Previne inflamações e fortalece a imunidade

Rico em antioxidantes e vitamina C, o chá de melão-de-são-caetano pode combater e prevenir inflamações diversas no organismo, de forma que a imunidade do corpo é, então, fortalecida. Ainda, sua ação anti-inflamatória ajuda a combater os radicais livres.

Pele jovem e saudável

É justamente por ser anti-inflamatório e combater a ação dos radicais livres que o chá de melão-de-são-caetano protege a pele do envelhecimento precoce, causado pelo estresse oxidativo. Sendo assim, incluir esse chá na rotina pode ajudar a manter a pele com um aspecto jovem e saudável.

Leia mais: Alimentos que causam o envelhecimento precoce da pele

Melhora a digestão

Rico em fibras, auxilia na digestão, prevenindo a constipação (prisão de ventre) e a sensação de inchaço. Ainda, ao facilitar o trânsito intestinal, atua a favor da perda de peso.

Ajuda no controle da glicemia

A glicemia representa o nível de açúcar no sangue. Quando presente em excesso no organismo, pode levar ao diagnóstico de diabetes ou pré-diabetes. Por isso, é importante manter a glicemia sob controle. Nesse sentido, o chá pode ser um grande aliado.

Leia também: Os melhores alimentos para quem tem diabetes

Protege o estômago

A bebida é utilizada na medicina popular para tratar problemas no estômago, inclusive no combate aos sintomas de gastrite e úlcera.

Como fazer o chá de melão-de-são-caetano

  • 2 colheres de sopa das folhas de melão-de-são-caetano
  • 1 litro de água fervente
  • Após cerca de 10 minutos no fogo, espere a bebida amornar antes de beber

Contraindicações

Por fim, a bebida é contraindicada para gestantes e lactantes. Em excesso, pode levar à hipoglicemia, por isso, não exagere e sempre consulte um médico antes de consumi-la.

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo