Benefícios da cebola para a saúde

Prepare-se para derramar algumas lágrimas de alegria, porque a cebola definitivamente merece um lugar na sua mesa. Seja branca, amarela ou vermelha, todas as variedades de cebolas oferecem benefícios impressionantes para a saúde. 

Versátil, ela pode ser usada fresca como base aromática, como tempero para todo tipo de receita salgada, como componente da receita ou até prato principal. É possível servi-la crua, cozida, assada, grelhada, frita, empanada, em conserva…

Leia também: 7 benefícios do cranberry

Confira as vantagens de incluir esse vegetal no cardápio: 

Rica em oxidantes

Uma cebola média, que contém cerca de 44 calorias, fornece 20% de suas necessidades diárias de vitamina C e entre 5 e 10%  de vitamina B6, folato, potássio e manganês. Elas também são repletas de antioxidantes, incluindo a quercetina, um potente composto anti-inflamatório. 

Ajudam a proteger contra o câncer

Em um estudo publicado no periódico American Journal of Clinical Nutrition, os pesquisadores analisaram a frequência com que as pessoas na Itália e na Suíça comiam cebolas. Eles descobriram que, entre as populações estudadas, havia uma ligação inversa entre a frequência de uso deste vegetal e o risco de vários cânceres comuns – o que significa que quanto mais cebolas as pessoas ingerem, menor a taxa de câncer.

Fortalece os ossos

Um estudo que analisou mulheres pré e pós-menopausadas com 50 anos ou mais encontrou uma ligação entre o consumo de cebola e a saúde óssea. As mulheres que a comeram mais frequentemente tiveram melhor densidade óssea e diminuíram o risco de fratura de quadril em mais de 20% em comparação àquelas que nunca consumiam cebola.

É boa para a digestão

Cebolas são ricas em inulina, um tipo de fibra que age como um prebiótico. Em suma, os prebióticos servem como alimento para os probióticos e ajudam os micróbios benéficos a florescer. A inulina também ajuda a prevenir a prisão de ventre, melhora a regulação do açúcar no sangue e aumenta a absorção de nutrientes. 

Diminui o colesterol

Um estudo analisou mulheres com sobrepeso ou obesas com síndrome dos ovários policísticos. Neste ensaio, as pacientes foram designadas a seguir uma dieta (emagreça com o Tecnonutri) rica em cebola ou uma dieta de baixo consumo de cebola. Após oito semanas, os pesquisadores descobriram diminuições nos níveis de colesterol em ambos os grupos, mas a queda foi maior (incluindo a redução do colesterol LDL “ruim”) entre as pessoas que ingeriam cebola. Outro estudo rastreou 24 mulheres com colesterol levemente alto e descobriu que aquelas que tomaram suco de cebola diariamente por oito semanas tiveram reduções nas medidas de colesterol total, LDL e cintura em comparação com aquelas que ingeriram placebo.

Ajuda a emagrecer

Ela contém fibra, que dá maior saciedade no organismo, controlando o excesso alimentar durante a refeição. Além disso, é fonte da substância quercetina, um flavonóide que ajuda o metabolismo na queima de gordura e na circulação. Mas lembre-se que para atingir os resultados esperados, é preciso seguir uma dieta saudável e praticar exercícios físicos.

Combate a hipertensão

Para quem sofre com a pressão alta, a cebola pode ser uma ótima aliada para equilibrar o problema. Isso porque a planta contém potássio em sua composição, o que ajuda na eliminação de excesso de líquidos do corpo, diminuindo o sódio do organismo.

Leia também: Alimentos que protegem o coração

Tabela nutricional da cebola

Conheça a tabela nutricional da cebola aqui.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.