Calistenia: O que é, benefícios e exercícios

Muito praticada em parques e ambientes ao ar livre, a calistenia se popularizou por ser uma modalidade que utiliza de movimentos apenas com o peso do corpo para gerar uma adaptação do organismo a esse estímulo. 

Uma associação de acrobacias e movimentos de força, ela ganhou muitos adeptos por ter como resultado visível a definição muscular, já que auxilia simultaneamente a perda de gordura e o ganho de massa magra. 

O que é calistenia 

A modalidade promete trabalhar exercícios de força, estabilidade, resistência, coordenação motora e mobilidade com aulas que são sempre dinâmicas e possibilitam variar muito os exercícios para que não se torne monótona. Tudo isso utilizando exercícios naturais e básicos da ginástica.

Apesar da semelhança com a ginástica, a calistenia possui algumas particularidades como a de que qualquer lugar é apropriado para a prática. Além disso, o uso de equipamentos é sempre o mínimo possível, o que faz reduzir drasticamente a quantidade de desculpas que você pode criar para não treinar.

Como surgiu?

A busca por um corpo belo e forte é uma característica dos gregos e a palavra calistenia, deriva de “Kalos” que significa beleza e “Stenos” que significa força, a qual se referia não apenas à força física, mas também à mental. 

Apesar da modalidade ser identificada como criação exclusiva dos gregos, existem evidências de que a prática pode compartilhar sua história com outras nações. Dessa maneira, podemos delimitar a origem da calistenia como uma atividade envolvida paralelamente à história do homem com o intuito de aprimoramento de suas capacidades e estrutura física e que pode ter influência de várias culturas.

Benefícios

  • Pode ser praticada em qualquer lugar;
  • Não exige equipamentos;
  • Promove ganho de força;
  • Rápida progressão;
  • Treinamento dinâmico;
  • Bons resultados estéticos.

Quem pode fazer?

Desde que comprovadamente saudável e sem lesões no aparelho locomotor, qualquer pessoa pode participar de uma aula de calistenia. Os iniciantes, no entanto, começam com exercícios adaptados para seu condicionamento que é rapidamente aprimorado para realizar movimentos mais complexos.

Como começar a praticar?

A modalidade exige um bom acompanhamento profissional para evitar lesões e tornar a prática segura em decorrência de algumas acrobacias. 

Sobre o autor

Leticia Gaspar
Leticia Gaspar
Formada em Educação Física na UNIFESP, desenvolve pesquisas socioculturais na faculdade e tem experiência com modalidades para condicionamento e emagrecimento com adultos e idosos.