Boldo-do-chile: Benefícios e como consumir

O boldo-do-chile, ou simplesmente boldo, é uma planta medicinal utilizada como remédio caseiro há muitos anos – o popular chá de boldo. Encontrado por toda a América Latina, possui ricas propriedades que beneficiam especialmente o estômago e o fígado. Entre elas, flavonoides (antioxidantes) e alcaloides.

Graças às substâncias químicas, ao ser ingerida, essa erva aumenta a produção de urina, ao mesmo tempo em que combate o crescimento bacteriano e estimula a produção de suco gástrico no estômago.

Porém, é importante compreender que existem várias espécies diferentes de boldo. A mais popular é chamada boldo-do-chile. Mas tem também o boldo nacional, o boldo-da-terra ou o boldo-de-jardim, com galhos longos e folhas grandes e aveludadas, que também oferecem benefícios. 

Benefícios do boldo-do-Chile – e do chá de boldo

Boldo-do-chile chá de boldo

Facilita a digestão

O chá de boldo é conhecido por ser ótimo aliado do estômago e do intestino, pois facilita a digestão, sendo assim, é benéfico para a saúde da flora intestinal. Da mesma maneira, ameniza possíveis dores de barriga e facilita a digestão de gorduras

É terapêutico 

Além de agir como analgésico, o boldo pode ser utilizado para fins terapêuticos. É possível usá-lo em banhos de imersão, assim, seu cheiro é capaz de amenizar o estresse, bem como os sintomas de depressão e ansiedade.

Leia também: Como o estresse atrapalha a digestão

Ameniza diversas dores 

Além de poder amenizar dores de barriga, o boldo-do-chile ajuda a amenizar dores de cabeça e qualquer mal-estar relacionado ao fígado. Da mesma forma, pode ser utilizado no tratamento de litíase biliar, gota, obstipação, cistite, flatulência e suores frios. 

Como consumir o boldo-do-chile

Geralmente, é consumido na forma de chá, feito a partir de suas folhas quando secas. Não só, é possível encontrá-lo em cápsulas, para uso medicinal. Também, tem fins terapêuticos. 

Cuidados no consumo do boldo-do-chile

É preciso ter moderação na hora de tomar o chá de boldo-do-chile. A princípio, quando ingerido em excesso, pode causar desconforto estomacal, mal-estar, vômitos e diarreia. Em casos mais graves, também pode provocar aborto e problemas no sistema nervoso. 

Portanto, não é recomendado beber mais que 3 xícaras por dia. 

Chá de boldo melhora os sintomas de coronavírus?

Antes de mais nada, é importante observar que atualmente não há cura e nem tratamento eficaz para o COVID-19. Portanto, não há nenhuma medida preventiva além do distanciamento social e práticas de higiene adequadas para impedir o desenvolvimento desta doença.

Leia também: Receitas para fazer com as crianças durante a quarentena

Assim, o chá de boldo, por si só, não tem o poder de curar sintomas do coronavírus. A planta, no entanto, é fonte de vitamina C, cujo consumo é sempre recomendado para aumentar ou manter a imunidade no corpo. Mas, não para curar diretamente o novo coronavírus.

Além disso, é preciso ter moderação na hora de tomar o chá de boldo-do-chile. A princípio, quando ingerido em excesso, pode causar desconforto estomacal, mal-estar, vômitos e diarreia. Em casos mais graves, também pode provocar aborto e problemas no sistema nervoso. 

Por fim, o que se recomenda é uma alimentação saudável e equilibrada, repleta de frutas, vegetais e grãos integrais, para que a saúde fique adequada em tempos de combate ao vírus. 

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo