Autocuidado: O que é, como praticar e benefícios desse hábito

Cuidar da gente mesmo pode parecer um desafio em meio à rotina do dia a dia. Acordar cedo, trabalhar, estudar, cuidar da casa e da família tomam grande parte do tempo, o que faz com que muitos se esqueçam de uma tarefa de extrema importância: o autocuidado

A prática pode ser resumida como um conjunto de ações que cada indivíduo promove para manter a própria saúde e bem-estar. O cuidado que temos com nosso cabelo, pele e vestimentas é de extrema importância, mas autocuidado não se restringe a aspectos do corpo. Na verdade, a mente assume o papel principal quando falamos sobre o assunto.

Leia também: Dicas para melhorar a concentração

Por que o autocuidado importa?

Existe uma frase muito sábia: “se você não se amar, como será capaz de amar os outros?”. Precisamos estar bem com o nosso “eu”, tanto no aspecto físico como emocional. Assim, sem esse equilíbrio, não conseguimos dar o melhor para as atividades do dia a dia e para as pessoas que nos cercam. 

“Ao fazer as coisas que gostamos, nossa produtividade aumenta, assim como a disposição. Portanto, a saúde mental melhora e nos tornamos mais positivos e resilientes diante de situações difíceis e inevitáveis”, explica a psicóloga Marina Justi, de São Paulo. 

Como saber que preciso de autocuidado?

“O autocuidado preserva, acima de tudo, nossa saúde emocional. Quando você se expõe para ser aceito ou incluído em grupos que considera importante, muitas vezes abre mão do autocuidado. Quando se percebe que uma situação está boa para todo mundo, menos pra você, é um indício de que o autocuidado precisa existir. Se preservar e avaliar que a situação é agradável para você, evitará aborrecimentos e frustrações”, explica Silvia Donati, Personal & Professional Coach e Leader Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching. 

Um exemplo prático: você se sente sobrecarregado com as tarefas de casa, enquanto os demais membros da família, não? No trabalho, sente que um colega se esforça pouco, enquanto você precisa provar seu valor para os gestores? São perguntas simples que lhe permitem analisar a vida que está vivendo e o que não anda bem e precisa de ajustes. 

Faça sua avaliação de peso, descubra seu peso ideal e aprenda a emagrecer (emagreça com o Tecnonutri) com a Low Carb. Clique para saber mais

Dicas para uma rotina mais leve e feliz

Crie rituais e compromissos com você

Estabeleça um compromisso em ter pequenos momentos de prazer e satisfação no dia. Isso precisa ser honrado. Por exemplo: quinta-feira é dia de esticar o almoço e fazer uma caminhada pelas ruas perto do seu trabalho. Ou, ainda, trace uma meta de ir à academia três vezes por semana. Comer um docinho fora de hora, levantar da mesa e fazer alguns alongamentos também podem fazer parte dessa listinha de autocuidado. Tudo é válido para se sentir bem – inclusive ligar para alguém querido com quem você não conversa há um tempão.

Faça atividades que tragam prazer

Encontre atividades que proporcionem bem-estar. Se você está em uma fase sedentária, vá frequentar aulas estimulantes. Pode ser dança, yoga, spinning ou algum tipo de luta. O exercício físico tem o poder de mexer com a química do nosso corpo, pois estimula a produção de diversas substâncias que causam alegria e disposição, como endorfina, serotonina e adrenalina, além de ajudar a regular o sono e outras funções do organismo. 

Experimente algo que nunca fez antes

Quando foi a última vez que você fez algo novo? Essa é uma forma de autocuidado que traz mais emoção e sentido para a vida. Aprender algo diferente, como um idioma, um instrumento musical ou qualquer outra atividade fora de seu “trajeto autorizado” pode ser divertido e terapêutico.

Atente-se ao seu corpo

Vá a um massagista, faça um tratamento facial, experimente novos cortes de cabelo. É preciso permitir-se um tempo para relaxar e deixar que alguém cuide de você.

Caia na gargalhada

Rir fortalece o sistema imunológico, combate o estresse e elimina até mesmo rugas. Para estimular o riso fácil, assista a uma comédia, leia algo que lhe faça gargalhar e se divirta.

Acorde mais cedo

Hal Elrod, autor do best-seller O Milagre da Manhã (Editora Best Seller), encoraja as pessoas a acordarem mais cedo para planejar e mentalizar “o dia perfeito”. Essa mudança de hábito, segundo Elrod, é um grande passo para conquistar o que deseja e ter mais tempo para você mesmo. “Ao acordar mais cedo e me dedicar a atividades que me dão prazer logo nesse período elimina as desculpas que se acumulavam durante o dia (‘estou cansado’, ‘não tenho tempo’ etc)”, afirma o escritor em um trecho do livro. 

Outra razão para acordar mais cedo é não ter o risco de ser interrompido por alguém que levanta com você (companheiro(a), filhos, pais). O início pode ser um pouco difícil, mas a ciência diz que a formação de um hábito dura em torno de três semanas. Então, tenha paciência: com o tempo, você terá mais energia, disposição e vontade de acordar mais cedo e ter uma horinha a mais para se dedicar a algo que você curte.

Reprograme sua rotina

Não adianta acordar cedo e se sentir cansado porque dormiu pouco. Volte uma casa e reprograme sua rotina: tentar dormir mais cedo e desacelerar nas últimas horas da noite é uma estratégia. Experimente se desconectar das redes sociais depois do horário de trabalho e foque em atividades mais tranquilas e prazerosas, como tomar um banho mais demorado, cozinhar, brincar com os filhos e assistir a um episódio da sua série favorita. 

Respire

Isso mesmo. O mestre do yoga e do autoconhecimento Paramahansa Yogananda ensina em suas publicações que a melhor forma de olhar para dentro é respirar. É normal se esquecer da respiração, principalmente em momentos de ansiedade e estresse. Prestar atenção ao modo como o ar entra e sai pelas narinas, à duração da respiração e em outras sensações físicas – postura, se há algum ponto de tensão no corpo – são pequenos, porém significativos gestos de autocuidado que não custam nada. 

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.