Assa-fétida: Os benefícios da planta medicinal milenar

Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre a assa-fétida, mas suas propriedades e benefícios certamente chamam a atenção. Seu nome científico é Ferula assafoetida, e a planta medicinal tem sido consumida desde o Império Romano, período em que era utilizada para tratamento de variadas doenças.

Também chamada de férula ou funcho-gigante, é principalmente destinados à saúde respiratória. Mas também combate a hipertensão, é anticoagulantes e vermífuga.

Como especiaria, normalmente é comercializada em pó. Um ingrediente crucial na culinária indiana, é usada em pratos vegetarianos, como os feitos com lentilhas e couve-flor. Basta uma pequena quantidade no preparo das refeições para fornecer um sabor marcante à comida.

Benefícios da assa-fétida

Protege a saúde do coração

Devido à sua ação preventiva em relação à hipertensão, essa é uma planta medicinal que ajuda a proteger a saúde do coração, pois ajuda a controlar a pressão arterial em níveis saudáveis.

Melhora a respiração

Atuando contra a formação de catarro, além de tratar a tosse, a assa-fétida beneficia a respiração. Por isso, há anos tem sido usada por pacientes de asma e bronquite.

Leia mais: Melhores alimentos para o pulmão e que beneficiam a respiração

Combate a constipação

A planta também age diretamente em favor do trânsito intestinal, graças às suas propriedades laxativas. Por isso, ela combate a constipação e eficazmente “limpa” a flora intestinal de forma natural.

Controla o nível de açúcar no sangue

Segundo um estudo promovido por cientistas da Universidade Médica de Mashhad, no Irã, a erva é capaz de controlar o nível de açúcar no sangue. Por isso, é uma boa adição à dieta (emagreça com o Tecnonutri) de pessoas com diagnóstico de diabetes.

Leia também: Como o nível de açúcar no sangue afeta a fome

Como consumir a assa-fétida

A parte utilizada da assa-fétida são suas folhas, que podem ser consumidas:

  • Como tempero – comum em receitas indianas;
  • Saladas;
  • Sopas e caldos;
  • Junto a legumes cozidos.

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo