Anabolismo x catabolismo: Entenda a diferença

O anabolismo e o catabolismo representam as diferentes fases do metabolismo, sendo a principal diferença entre elas o fato de que a primeira delas é construtiva e a segunda, destrutiva. Em resumo, o anabolismo está relacionado ao ganho de massa, por exemplo. Ao passo que o catabolismo tem relação com a perda dela, ou seja, com a degradação da massa muscular.

Não só, esses são dois processos mais complexos e que não se resumem apenas a isso. Na verdade, ambos são processos naturais e cuja ocorrência é normal. No entanto, eles podem ser influenciados por fatores externos.

Refeição da Dieta Paleo

Diferença entre o anabolismo e o catabolismo

Em resumo, o anabolismo é a fase do metabolismo que ajuda nos ganhos, ou seja, é a fase sintetizante. Sendo assim, é ela que beneficia quem tem a hipertrofia – o ganho de massa muscular – como objetivo. Portanto, é a fase de construção, o período em que acontece a síntese das moléculas.

Em contrapartida, o catabolismo promove o oposto. Ou seja, degrada moléculas mais complexas fazendo com que elas quebrem-se e reduzam de tamanho. Ainda, pode causar a perda de massa muscular, uma vez que pode acabar por degradá-la com a finalidade de gerar energia para o corpo. Isso pode acontecer especialmente em longos períodos de jejum. Sendo assim, de forma resumida, o catabolismo é a fase que gera energia, ao passo que o anabolismo é a fase que a consome.

Leia mais: Jejum intermitente pode reduzir a massa muscular?

Funções do anabolismo além do ganho de massa

Além do ganho de massa muscular, o anabolismo tem outras funções no corpo. Por exemplo, transformar as proteínas em aminoácidos após a ingestão. Além disso, relaciona-se também com os hormônios, uma vez que existem hormônios que estão conectados especialmente com essa fase metabólica, como é o caso do GH (hormônio do crescimento), da insulina, da testosterona, bem como do estrógeno.

Leia também: Anticoncepcional atrapalha emagrecimento?

Funções do catabolismo além da geração de energia

Já o catabolismo, além de quebrar as proteínas até que se tornem aminoácidos e causar a perda de massa magra, suas funções não param por aí. Por exemplo, também atua na respiração celular, pois, durante ela, há consumo de glicose e oxigênio. Sendo assim, durante as reações, quebram-se as ligações entre as moléculas, o que faz com que haja liberação de energia. Além disso, ele ajuda a controlar a temperatura do corpo. Não só, também ajuda no controle dos batimentos cardíacos.

Ainda, alguns dos hormônios que se relacionam com essa fase do metabolismo são, por exemplo, o cortisol (hormônio do estresse), o glucagon (aumenta o nível de açúcar no sangue), a citosina e a adrenalina. 

Leia mais: Ficar sem jantar emagrece: Mito ou verdade?

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo