Ambivertidos: Como reconhecer essa característica

Na maioria das vezes, as pessoas se identificam como introvertidas ou extrovertidas. Contudo, existem alguns que não têm características extremas da introversão ou extroversão: os ambivertidos.

Os ambivertidos são aqueles que unem os dois em um só, apresentando características de ambas as classificações. Ou seja, são indivíduos flexíveis, que sabem se adaptar e aproveitar os dois aspectos. 

Dessa maneira, o termo ambivertido surgiu em 1923, pelo psicólogo americano Edmund S. Conklin.

Hormônios dos ambivertidos 

Ao interagir com o próximo, o nosso cérebro libera o hormônio responsável pela sensação de bem-estar, conhecido como dopamina.

Os introvertidos possuem essa substância em níveis normais, por isso, o excesso de interação faz com que eles se sintam sobrecarregados. Por outro lado, os extrovertidos possuem níveis de dopamina mais baixos, o que traz sentimentos de felicidade quando eles interagem e de tédio quando estão sozinhos.

Leia também: Meditação para crianças: Benefícios da prática na infância

Já os ambivertidos têm níveis de dopamina variáveis. Ou seja, em alguns momentos eles buscam estar perto das pessoas e, em outros, estar sozinhos. 

Leia também: Os melhores exercícios para pessoas introvertidas

Como reconhecer se você é ambivertido

Para reconhecer se você realmente é ambivertido e se identifica tanto com a introversão quanto com a extroversão, veja alguns sinais:

  • Impulsividade variável: Na maioria das vezes, extrovertidos são propensos a correr riscos e as introvertidas são reservadas e pensam antes de tomar decisões. Com pessoas ambivertidas, essa impulsividade pode variar constantemente.
  • Equilíbrio entre ser ouvinte e mensageiro: Apesar de os ambivertidos gostarem de falar, também respeitam o momento do próximo, ficando em silêncio e deixando-o à vontade para se comunicar. 
  • Trabalham bem em grupo ou sozinhos: Geralmente pessoas ambivertidas conseguem trabalhar tanto em grupo quanto de forma individual, sem criar qualquer tipo de conflito interno com isso.

Leia também: Como introvertidos podem se manter saudáveis mentalmente no isolamento

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo