Alimentos processados campeões de sódio

Menos de cinco gramas ou cerca de uma colher de chá de sal de cozinha por dia. Essa é a quantidade que devemos ingerir de sódio diariamente. Porém, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), os brasileiros ultrapassam e muito este limite. São 12 gramas diários, e a maior parte dessa quantia vem dos alimentos processados. 

Mas, por que o sódio é tão “temido”? Na verdade, ele é um componente vital para o corpo, pois equilibra a quantidade de água no organismo. Contudo, o problema começa quando ele é consumido de forma exagerada. 

Leia também: Alimentos que ajudam a manter as unhas saudáveis

A retenção exagerada de líquidos piora sintomas associados à obesidade e problemas cardíacos. Da mesma forma, o sódio em excesso também retira o cálcio dos ossos, que pode levar a osteopenia e osteoporose.

Por outro lado, a ingestão abundante do mineral é ainda mais sério para quem tem hipertensão arterial. Assim, a retenção de líquido em exagero aumenta a pressão sanguínea, o que é ruim para o organismo por sobrecarregar o coração.

Alimentos industrializados com maior teor de sódio

Macarrão instantâneo com tempero – 2.721 mg em 85 g;

Macarrão instantâneo sem tempero – 1.198 mg em 80 g;

Frango empanado – 759 mg em 130 g;

Hambúrguer bovino – 567 mg em 80 g;

Salsicha – 551 mg em 50 g;

Hambúrguer de frango – 525 mg em 80 g;

Biscoito de polvilho – 270 mg em 30 g;

Biscoito cream cracker – 230 mg em 30 g;

Salgadinho de milho – 176,9 mg em 25 g;

Requeijão – 165 mg em 30 g.

Fonte: Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Leia também: 7 alimentos que contêm mais cálcio do que leite

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.