Comer esse alimento pode reduzir o risco de doenças cardíacas em 20%

Doenças cardíacas estão entre as causas mais comuns de morte no mundo. Em parte, é possível associar esse problema, entre outros hábitos, à alimentação, uma vez que a dieta pode impactar na saúde cardiovascular.

Cientistas da King’s College, em Londres, descobriram após um longo estudo que consumir 200 g de blueberry (mirtilos) diariamente pode reduzir drasticamente o risco de doenças cardíacas.

Basicamente, a análise levou os cientistas a concluírem também que, ao adicionar essa fruta ao cardápio, o risco de ter um diagnóstico de doenças cardíacas é até 20% menor.

Em resumo, o mirtilo é uma das frutas da família berry, mesma família que morango, framboesa e a cranberry. Também chamado de blueberry, é uma fruta rica em antioxidantes, especialmente a antocianina, principal objeto de análise do estudo.

Como o mirtilo reduz risco de doenças cardíacas

blueberry

A princípio, os cientistas explicam que os benefícios à saúde cardiovascular se devem à abundância de antocianina presente na fruta. A antocianina é uma flavonoide, um tipo de antioxidante.

Ao longo do estudo, 40 pessoas tiveram seus hábitos alimentares analisados. Como parte da pesquisa, essas pessoas ingeriram diariamente uma bebida contendo 200 g de mirtilos. Durante esse período, os participantes tiveram sua pressão arterial constantemente medida. Não só, a dilatação fluxo-mediada também foi controlada. Essa dilatação ocorre quando a artéria braquial é expandida conforme o fluxo sanguíneo aumenta.

Ao fim do estudo, os cientistas que concluíram que após um mês os benefícios do consumo diário de blueberry já eram notáveis. Além disso, concluíram que depois de poucas horas após ingerir a bebida, os pacientes já apresentavam melhora da função dos vasos sanguíneos. Não só, também puderam notar melhoras no controle da pressão arterial, bem como da coagulação sanguínea.

Outros alimentos ricos em antiocianina

Leia também: Alimentos que melhoram a memória

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo