Alergia ao açúcar: Como tratar, diagnóstico e sintomas

A alergia ao açúcar é relativamente incomum, mas algumas pessoas sofrem com esse problema. Os sintomas da reação alérgica podem ser notados logo após a ingestão de alimentos açucarados: sensação de fadiga, indisposição, dor de barriga e mais. Além disso, há mais de um tipo de açúcar, o que pode tornar o diagnóstico e o tratamento da alergia ainda mais complexos.

Leia também: Intolerância à frutose: O que é e sintomas

Refeição de Dieta Low Carb

Sintomas de alergia ao açúcar

  • Erupções cutâneas, manchas e coceira na pele
  • Diarreia
  • Cólica e dores abdominais
  • Coceira nos lábios
  • Fadiga, cansaço extremo e indisposição

Ainda, é preciso diferenciar a alergia ao açúcar de intolerância ao açúcar, pois são questões distintas. Uma pessoa que é alérgica ao açúcar terá seu sistema imunológico impactado pelo consumo da substância. Já quem é intolerante ao açúcar sofrerá sintomas mais leves, como as dores abdominais, pois seu corpo apenas terá dificuldade para digerir o nutriente, mas sua imunidade não será comprometida.

Leia também: Alergia ao ovo: Conheça os sintomas e como identificar

Como é feito o diagnóstico

Ao apresentar os sintomas posteriormente ao consumo de um alimento rico em açúcar, será necessário buscar o auxílio de um médico. Exames serão feitos a fim de obter o diagnóstico.

Os tipos de açúcares geralmente associados à alergia são frutose (mais presente nas frutas), lactose (tipicamente encontrado no leite), a sacarose e os açúcares adicionados, encontrados principalmente em alimentos industrializados e processados. Ainda, pode haver intolerância à galactose, condição mais conhecida como galactosemia.

Leia mais: Excesso de açúcar é convetido em acúmulo de gordura no coração e abdômen

Existe tratamento para a alergia ao açúcar?

O tratamento sugerido nesse caso é evitar o consumo de alimentos ricos em açúcar e priorizar a ingestão de folhas verdes, legumes, leguminosas, oleaginosas e proteínas. Ou seja, alimentos processados (altamente ricos em açúcar) devem ser evitados ao máximo.

Leia também: Alergia ao ovo: Conheça os sintomas e como identificar

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo